Temporada de balanços: Avon apresenta diminuição de lucros em 2013

A empresa de venda direta Avon fechou 2013 com resultados pouco favoráveis. A receita total da companhia de US$ 10 bilhões representa uma queda de 6% em relação aos números de 2012. Sem a variação cambial do período, a queda foi menor, de 1%. O total de unidades vendidas caiu 5%. E o número de representantes ativas declinou 2%, enquanto a média de pedidos aumentou 1%.

No segmento de beleza a queda nos lucros foi de 7%, ou 2% desconsiderando-se a variação cambial. Já na divisão de Moda&Casa as vendas caíram 4%.

A análise regional do quarto trimestre ajuda a compreender parte dos resultados do ano. Na  América Latina, a região de maior faturamento da Avon, o Brasil  apresentou vendas 6% maiores em reais, que se convertem em uma queda de 3% quando convertidas para o dólar. No México a queda de receita chegou a 15% em virtude, principalmente, da diminuição de representantes ativas. Na Venezuela a receita caiu 12%, também em virtude do decréscimo do número de consultoras. A desvalorização das moedas locais em vários mercados importantes, também contribuiu para os resultados negativos.

Na região que engloba Europa, Oriente Médio e África, as vendas na Rússia sofreram uma queda de 7%; na Inglaterra de 5% e na Turquia de 9%. Na África do Sul a queda de receita foi de 12%.

O segmento de beleza sofreu maior impacto na América do Norte, declinado 25% em vendas, por conta da diminuição do número de representantes ativos. A divisão de Moda&Casa também viu diminuição nas vendas, de 16%.

Por fim, na Ásia-Pacífico, os resultados negativos da companhia na região no último trimestre deveu-se à queda do número de representantes ativas e da saída da companhia da Coréia do Sul e Vietnã. Nas Filipinas a receita declinou 9% e na China, expressivos 48%.
}

Comentários ()

Vídeo em Destaque

VEJA TODOS OS VÍDEOS

Blogs

Tags