Avon vai pagar US$ 135 milhões à justiça dos EUA para encerrar acusação de corrupção

Quase sete anos da denúncia pelo governo dos Estados Unidos de que teria subornado autoridades públicas chinesas para obter vantagens no processo de abertura do mercado local para empresas de venda direta, a Avon, uma das maiores companhias de beleza do mundo, chegou a um acordo com o Departamento de Justiça e a SEC, que regula o mercado de capitais por lá, para se declarar culpada de violar o FCPA, a legislação anticorrupção para empresas norte-americanas no exterior.

Desde que assumiu o comando da empresa, em 2012, a nova CEO Shery McCoy vem tentando dar fim ao imbróglio. A Avon chegou a fazer uma proposta de pagar US$ 12 milhões ao governo de Washington para encerrar o caso. Mas a tentativa não passou nem perto de dar certo. No fim, a empresa terá que pagar US$ 135 milhões aos dois órgãos. O valor irá se somar aos quase US$ 300 milhões já gastos pela Avon em custos legais e com a investigação.

}

Comentários ()

Vídeo em Destaque

VEJA TODOS OS VÍDEOS

Blogs

Tags