Vendas nas grandes redes de farmácias brasileiras crescem 9,7% no 1º semestre

Vendas nas grandes redes de farmácias brasileiras crescem 9,7% no 1º semestre
Faturamento das 25 redes associadas à Abrafarma somou R$ 25,5 bilhões de janeiro até junho deste ano
 

As 25 grandes redes do varejo farmacêutico nacional, associadas à Abrafarma, registraram faturamento de R$ 25,5 bilhões no primeiro semestre, índice 9,7% maior que o do mesmo período do ano passado. O crescimento é superior ao obtido no primeiro semestre de 2018, estimulado principalmente pela venda dos medicamentos isentos de prescrição (MIPs) e pelos chamados não medicamentos ? itens de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos, que cresceram 11,5%, de acordo com os dados compilados pela FIA/USP. Os não medicamentos totalizaram 32% das vendas do setor. "A recuperação desse segmento indica uma retomada do consumo pela classe média, que estava estagnado nos últimos anos por causa do cenário de recessão", comenta Sergio Mena Barreto, CEO da Abrafarma.

Ao todo, mais de 1,2 bilhão de unidades foram comercializadas e o volume de atendimentos ultrapassou 473 milhões, 4% a mais do que no mesmo período de 2018. O número de funcionários e colaboradores nas farmácias passou de 125 mil para 129 mil, dos quais 24 mil são farmacêuticos. Os profissionais estão distribuídos por 7.783 lojas em todos os estados brasileiros e no Distrito Federal.

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo