Revlon tem queda em receita no segundo trimestre de 2018

Revlon tem queda em receita no segundo trimestre de 2018
A Revlon Inc, empresa norte-americana, divulgou seus resultados para o segundo trimestre de 2018. A companhia é separada em quatro segmentos: a própria Revlon, suas marcas de portfólio, sua divisão de fragrâncias e a linha Elizabeth Arden. A principal divisão, da marca Revlon, teve uma queda de 10,8% em suas, com uma diferença de mais de US$30 milhões em relação ao mesmo período do ano passado, atribuída principalmente pela diminuição do consumo de produtos voltados para coloração. A marca atribuiu, principalmente, aos problemas relacionados às suas instalações de Oxford, NC, e à queda geral de consumo nos Estados Unidos.

Já a linha Elizabeth Arden teve um aumento de 4,9% em suas vendas reportadas, com US$106.1 milhões, US$5 milhões a mais que no ano passado. A marca atribui esse aumento principalmente ao aumento de consumo das categorias de skincare em nível internacional. Para a divisão de outras marcas dentro do portfólio, teve um resultado de US$147.6 milhões em arrecadação, 2,9% a mais. Por fim, a divisão de fragrâncias teve uma queda de 15,1%, com US$94.8 milhões.

"Apesar da questão com as instalações de Oxford e outros impactos, estamos começando a ver efeitos positivos em nossos investimentos estratégicos para crescimento. Nossa estratégia continua a ser concentrar esforços em reforçar nossas marcas e melhorar nossos meios de comunicação com o consumidor. Estamos vendo um forte crescimento ao nosso e-commerce e nossa inovação, incluindo uma boa resposta ao lançamento da Flesh, marca incubada por nós mesmos", afirmou a presidente e CEO da companhia, Debra Perelman. 

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo