Pierre Fabre abre novo centro de inovação no Rio de Janeiro

Pierre Fabre abre novo centro de inovação no Rio de Janeiro
Durante visita ao Brasil, Eric Ducournau, diretor geral do Grupo Pierre Fabre e Nuria Perez-Cullel, diretora geral da divisão de dermocosméticos da empresa anunciou a abertura do Brazilian Innovation Center (BIC). O centro de pesquisa e desenvolvimento instalado no Rio de Janeiro será dirigido por Anne-Laure Gaudry sob a gestão de Xavier Ormancey, diretor global de P&D da marca.
 
Com área de 320m², o BIC ficará na Barra da Tijuca. Projetado segundo os padrões técnicos mais avançados da indústria cosmética, contará com aproximadamente 20 pesquisadores e técnicos até 2020. Essa equipe multidisicplinar trabalhará em colaboração com outros cinco laboratórios da PFDC localizados na França e no Japão e com 313 colaboradores da filial brasileira da PFDC.

O centro de inovação tem como missão desenvolver produtos específicos para a pele brasileira, além de mapear e atender as tendências de um dos mercados mais sofisticados e criativos do mundo. As novas fórmulas serão produzidas para as marcas Eau Thermale Avène, Darrow e Ducray. A instalação funcionará segundo o modelo do Asian Innovation Center (AIC) aberto no Japão em 2015, iniciativa pioneira que já demonstrou a capacidade da PFDC de ter sucesso comercial com produtos especialmente adaptados às necessidades das peles asiáticas.

?O Brasil, quarto mercado mundial em cosmética, assume uma importância fundamental para nossa empresa. A escola de dermatologia brasileira desfruta de reputação reconhecida no mundo inteiro, a população brasileira é constituída por uma incrível mistura de tipos de pele e cabelos e as consumidoras brasileiras são, particularmente, sofisticadas e exigentes em se tratando de produtos cosméticos?, lembra Nuria Perez-Cullel, diretora geral da Pierre Fabre. ?Assim sendo,  torna-se compreensível que nós implantemos nosso segundo centro internacional de inovação no Brasil.  Acredito que as equipes serão capazes de criar fórmulas e produtos que serão bem-aceitos, num primeiro momento localmente, e depois ultrapassarão fronteiras?, continua.

Compartilhe

Comentários ()

© 2012 • Cosmética News. Todos os Direitos Reservados • Desenvolvido por Index Software

Voltar ao topo