EMBRAPII e ABIHPEC assinam acordo para formentar projetos de inovação cooperados entre as empresas do setor

EMBRAPII e ABIHPEC assinam acordo para formentar projetos de inovação cooperados entre as empresas do setor

A Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII) - organização social que tem contrato de gestão com os ministérios da Ciência e da Educação com mais de R$ 1,4 bilhão investidos em projetos de inovação - firmou uma aliança estratégica com a ABIHPEC.

O acordo tem como objetivo aproximar as relações do setor com a rede de Unidades EMBRAPII, importantes centros de pesquisas no Brasil, e torná-la referência para atividades de pesquisa e inovação para toda a cadeia produtiva da área de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos.

"O brasileiro acompanha a tendência mundial e busca consumir produtos que se preocupam com a sustentabilidade em toda produção. A indústria está atenta ao comportamento do consumidor e a Embrapii está preparada para apoiá-la no desenvolvimento de novas tecnologias", destaca o diretor-presidente da EMBRAPII, Jorge Guimarães. As Unidades EMBRAPII possuem competências que podem contribuir para superar os desafios tecnológicos das empresas com soluções em nanotecnologia, biotecnologia, materiais avançados e Tecnologias da Informação, que podem promover um processo produtivo mais econômico e sustentável, entre outros.

"O acordo de cooperação entre ABIHPEC e Embrapii marca um importante avanço para o desenvolvimento de novas propostas de inovação tecnológica para o setor de HPPC, sobretudo nesse momento que estamos vivendo, onde, enquanto sociedade, seguimos priorizando os cuidados de saúde e segurança à nossa população e simultaneamente, temos o desafio de colaborar com a recuperação da economia", afirma João Carlos Basilio, presidente-executivo da ABIHPEC.

A aliança também propõe fomentar Projetos Cooperados entre empresas do setor de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos e também entre empresas e suas cadeias de fornecedores. Segundo o diretor de Planejamento e Gestão, José Luis Gordon, a inovação cooperada traz múltiplas vantagens: divisão de esforços, conhecimento, custos e riscos em um âmbito pré-competitivo. "A cooperação entre competidores e entre empresas que pertencem a mesma cadeia é rara no Brasil, mas bastante praticado em outros países. Projetos colaborativos entre empresas podem contribuir para tornar o desenvolvimento de novas tecnologias mais economicamente sustentável, sobretudo neste momento de retomada econômica. Nossas Unidades têm experiência neste modelo de inovação, inclusive na área de higiene pessoal, perfumaria e cosméticos", explica Gordon.

Mesmo antes da aliança, EMBRAPII e ABIHPEC já trabalharam em diversas inciativas conjuntas. Um dos primeiros projetos finalizados segundo o modelo da EMBRAPII foi o que reuniu as empresas Boticário, Yamá, TheraSkin Farmacêutica e Natura, que se uniram a Unidade EMBRAPII IPT- MAT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas- Materiais) para compartilhar a produção de uma nova técnica de nanoencapsulação, que melhora a eficiência de princípios ativos nos produtos.

Além deste acordo, José Luis Gordon assume uma cadeira no Conselho Científico Tecnológico da ABIHPEC.
 

}

Comentários ()

Vídeo em Destaque

VEJA TODOS OS VÍDEOS

Blogs

Tags